terça-feira, junho 22, 2010

nostalgia

Há dias em que a nostalgia nos ataca de forma impiedosa, sem apelo nem agravo. E o audiolab solta sons que se reproduzem ecoando pela sala, fugindo por entre as frestas da janela, rasgando o silêncio da noite tão negra. E eles surgem, os fantasmas da alegria passada, calando a alegria presente e comprometendo a alegria futura.

2 comentários:

Tαммy disse...

q lindo texto, e sutiil, achei seu blog ao acaso e adorei, vou seguiir.
bjooos

alecerosana disse...

Tammy, obrigada!
Bj :)