domingo, julho 08, 2007

As (in)certezas

Por definição e segundo o Vocabulário Internacional de Metrologia, incerteza é: «um parâmetro associado ao resultado de uma medição, que caracteriza a dispersão dos valores que podem com razoabilidade ser atribuídos ao mensurando».
Analisando o mensurando em questão, os meus sentimentos, noto que a cada dia, a cada hora, a cada minuto, a dispersão dos valores obtidos é cada vez menor. Quero com isto dizer que o resultado está cada vez mais próximo do verdadeiro valor.
Este facto dá-me uma certa tranquilidade e consequentemente uma maior certeza no que quero, no que não quero e, fundamentalmente, aquilo porque me disponho a lutar de modo a assegurar a minha integridade como pessoa que vive num mundo onde tudo, ou quase, aparenta ser o que não é, onde a dispersão dos valores medidos é de tal ordem que acabamos a duvidar se efectivamente as medidas foram feitas com equipamento de alta resolução ou, simplesmente com uma balança de dois pratos cujos «pesos» eram feitos de materiais mais ou menos degradáveis.
Continuo na busca do mais baixo valor de incerteza, para assim poder ter uma maior certeza. Eu sei, é uma busca inútil, pois há sempre grandezas de influência que acabam por arrasar os resultados, diminuindo as certezas, aumentando a variabilidade das incertezas.
Até me apetece dizer: «só sei que nada sei»
..........
Nota: será que alguém me pode explicar porque já não consigo preencher o campo que diz respeito ao título do "post"?

4 comentários:

pb disse...

fico contente por te voltar a ler, um bjs

alece disse...

Obrigada pelas tuas palavras.
Beijo
al

zef disse...

Olá, Alece!
Boa noite

alecerosana disse...

Boa noite Zef!