terça-feira, maio 23, 2006

Eu vim de longe...

A terra é terra!
E aqui fico, mergulhada na minha condição de lavradora...
Por vezes, uma única palavra basta para nos recordar o que somos, de onde vimos e para onde vamos. Fica pelo meio o caminho que percorremos...

4 comentários:

m disse...

Olhaaaa... Tens uvas e não dizias nada ? És mesmo mázinha tu.
Beijinho

alecerosana disse...

Apenas parras...

pb disse...

regresso ás origens ? a fuga ao turbilhão da vida citadina ? e porque não ? jokinhas

alecerosana disse...

pb :))