domingo, maio 07, 2006

O Ponto Triplo da água

Há dias em que me sinto assim, como se coexistissem em mim os três estados: líquido (uma preguiça infinitamente grande aliada à sensação de que tudo pode esperar); sólido (agarrada a convicções, a certezas cujas incertezas são nulas) e, finalmente, gasoso (uma espécie de entorpecimento entrecortado por pequenos pontos descontínuos - alegrias seguidos de tristezas mais ou menos indefinidas).
Dizem os entendidos (ainda ontem jantei com três psis, o que me leva a crer que qualquer dia ainda me arranjam uma qualquer classificação Freudiana, Skinnense, Reichiana ou Pavloviana, etc etc) que isto são sintomas depressivos. Houve uma altura na minha vida em que eu não tinha tempo absolutamente nenhum para depressões, acho que com o passar dos anos se vão cavando alguns buracos, será que estou a ficar deprimida??
Este post está exactamente como eu - disperso, sem conteúdo, com as letras ordenadamente desordenadas e os pensamentos desordenadeamente ordenados, com tendência para o caos, efeitos nefastos do facto de hoje ter decidido não sair de casa e também de uma certa nostalgia que se instalou. (Mas porque estou eu a falar disto?)

4 comentários:

Vanda Baltazar disse...

e se te der um beijinho?

(desculpa a invasão...mas o prazer de te ler foi imenso!)

Van

alecerosana disse...

Aceito.. claro que aceito!! Já sabes o quão solitária eu sou, ver-te aqui.. foi uma bela surpresa!
Beijitos
Al

pb disse...

ai, Miga, mas que coisa....qual depressão qual quê !! vamos lá a deitar esses estados difusos pra trás das costas e olhar em frente !! jinhos & jokas

alecerosana disse...

pb, os momentos difusos já passaram...
Beijinhos!!
Al